Noticia 2017 09 3

Alimentação saudável: por que é preciso ler os rótulos dos alimentos

Edulcorantes, maltitol, aspartame e umectante são ingredientes de um produto industrializado. Cada vez mais um número elevado de ingredientes com nomes pouco familiares são utilizados em produtos que pertencem à categoria de alimentos ultraprocessados. Por isso, conhecer a composição do que você consome é um passo importante rumo à alimentação saudável.

É necessário aprender o rótulo daquilo que consumimos. Saber desde a composição e as informações nutricionais até os avisos dos fabricantes. É um hábito que ajuda você a fazer as escolhas certas para sua saúde. E a legislação vigente no país trouxe exigências para a indústria alimentícia.

Hoje, os rótulos das embalagens dos produtos que consumimos já nos permitem identificar entre os alimentos quais deles apresentam menos sódio, menos açúcar, menos conservantes, se têm ou não têm glúten e ainda se está vencido ou não (observando o prazo de validade do alimento).

A importância do rótulo nutricional dos alimentos que você consome:

O rótulo nutricional dos produtos deve seguir algumas regrinhas básicas na hora de apresentar as informações nutricionais para os consumidores, como conter:

– Valor energético: representa a energia produzida pelo nosso corpo a partir do consumo daquela porção de alimento, são as famosas calorias (kcal);

– Carboidratos: fornecem energia para o nosso organismo, comumente encontrados em massas, pães, biscoitos, etc.;

– Proteínas: responsáveis pela construção e manutenção do nosso organismo, encontradas em carnes, ovos, leites, etc.;

– Gorduras Totais: é a soma de todas as gorduras encontradas nos alimentos;

– Gorduras Saturadas: é um tipo de gordura encontrada em alimentos de origem animal e seu consumo deve ser limitado, pois pode acarretar riscos à saúde, principalmente em relação ao coração;

– Gorduras Trans ou Ácidos Graxos Trans: tipo de gordura encontrada em alimentos industrializados como margarinas, sorvetes, biscoitos, etc. (deve ser consumida com moderação);

– Fibra Alimentar: está presente em alimentos como frutas e cereais integrais e auxiliam no bom funcionamento intestinal;

– Sódio: faz parte da composição do sal de cozinha e de alimentos industrializados. Seu consumo em excesso pode propiciar o aumento da pressão arterial.

 

Cabem às empresas que produzem alimentos se adequarem às normas de rotulagens dos produtos que estão expostos nas prateleiras dos supermercados. É possível denunciar embalagens que não seguem a legislação à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por meio do e-mail ouvidoria@anvisa.gov.br, para a Vigilância Sanitária mais próxima, ao Procon ou Ministério Público.

Procure sempre a orientação de um especialista e viva bem!