Noticias 03 2017 01

Correr e caminhar: benefícios passo a passo

Quem cultiva o hábito de caminhar tem a impressão de que as pessoas que correm obtêm mais benefícios da prática desse exercício. É bastante comum o praticante que caminha sonhar em sair correndo por aí em pouco tempo. A boa notícia é que ambas as práticas proporcionam saúde e bem-estar, cada qual respeitando os limites dos praticantes.

Determinar o que trará mais resultados, inclusive na perda de peso, é uma tarefa que envolve diversos fatores e análises, conforme as necessidades individuais de cada um. A opção por correr ou caminhar depende principalmente das condições do praticante iniciante ou que está retomando um programa de atividade física regular. Questões como nível atual de condicionamento físico e preferências pessoais devem ser levadas em conta.

  • Acompanhamento Médico:

Independente da preferência de cada um, iniciar ou manter uma atividade física exige um check-up médico de manutenção, principalmente da pressão arterial e da frequência cardíaca – tanto em repouso quanto em movimento – que podem “explodir” se não houver um controle adequado, mesmo quando o exercício é aparentemente leve.

A segurança é o item principal para atividade física escolhida, principalmente quando se trata de indivíduos mais velhos ou obesos, já que exercícios de alto impacto também podem sobrecarregar músculos, articulações e o sistema cardiorrespiratório.

É importante que a pessoa sedentária inicie uma atividade de caminhada ou corrida com intensidade mais baixa, progredindo gradativamente. O que não deve haver é a pressa para entrar em forma ou emagrecer.

  • Orientações Básicas:

– Nunca se exercite em jejum. Esse mau hábito pode levar a pessoa a um quadro hipoglicêmico (baixa glicose) ou de pressão baixa (hipotensão), tendo a sensação de tontura ou desmaio.

– Consuma uma fonte rica em carboidrato e proteína, seja fruta, barra de cereal, pãozinho, iogurte ou queijo, sem, obviamente, alimentar-se em excesso.

– Não existe um horário ideal. A prática de exercícios matutinos, vespertinos ou noturnos depende da disponibilidade e da preferência individual.

– Alongue-se. Qualquer atividade física realizada sem alguns minutos iniciais de alongamento de membros superiores, inferiores e tronco pode resultar em distensões e cãibras – principalmente no frio e pela manhã.

– Procure uma orientação profissional para um planejamento apropriado que otimizará o cumprimento de metas estabelecido.

– Escolha sempre roupas confortáveis e calçados adequados para o seu tipo de exercício físico, seja uma caminhada ou corrida.

– Hidrate-se durante o seu treino, beba devagar, mas não fique sem. Caminhadas e corridas fazem você perder muita água e o que você não pode é ficar com o tanque vazio.

  • Benefícios:

– Melhora da circulação: durante a prática do exercício, o fluxo do sangue aumenta, levando os vasos sanguíneos a se expandirem, diminuindo a pressão arterial.

– Pulmão mais eficiente: a prática da caminhada, se aconselhada por um médico, pode ajudar a dilatar os brônquios e prevenir algumas inflamações nas vias aéreas, como bronquite.

– Combate a Osteoporose: A compressão dos ossos da perna e a movimentação de todo o esqueleto durante uma caminhada faz com que haja uma maior quantidade de estímulos elétricos e nossos ossos, facilitando a absorção de cálcio e deixando os ossos mais resistentes e menos propensos a sofrerem com a osteoporose.

– Afasta a Depressão: durante a caminhada, nosso corpo libera uma quantidade maior de endorfina, responsável pela sensação de alegria e relaxamento. Quando mais você caminha, mais endorfina seu organismo produz, o que te dá mais ânimo.

– Aumenta a Sensação de Bem-Estar: uma breve caminhada em áreas verdes, como parques e jardins, pode melhorar significativamente a saúde mental, trazendo benefícios para o humor e a autoestima do praticante.

– Cérebro mais Saudável: os estímulos que recebemos quando caminhamos possibilitam um aumento da nossa coordenação motora e fazem com que nosso cérebro seja capaz de responder a cada vez mais estímulos, seja eles visuais, táteis, sonoros e olfativos.

– Diminui a Sonolência: a caminhada durante o dia faz com que nosso corpo tenha um pico na produção de substâncias estimulantes como a adrenalina. Essa substância deixa o corpo mais disposto durante as horas subsequentes ao exercício. Somado a isso, há uma melhora da qualidade do sono à noite.

– Mantém o Peso em Equilíbrio e Emagrece: se você está acostumado a gastar uma determinada quantidade de energia e começa a caminhar, o seu corpo passa a ter uma maior demanda calórica que causa uma queima de gorduras localizadas. Caminhar regularmente ajuda a manter o peso do seu corpo em equilíbrio.

– Previne contra derrames e infartos: quem anda mantém a saúde protegida das doenças cardiovasculares e acelera o metabolismo do corpo. Os vasos ficam mais elásticos e mais propícios a se dilatarem quando há alguma obstrução, impedindo que as artérias parem de transportar sangue ou entupam.

– Regula os Níveis de Colesterol: a prática da caminhada age tanto na diminuição da produção de gorduras ruins no organismo, como na produção de HDL (mais conhecido como colesterol bom).

Fonte: Minha vida

Procure sempre a orientação de um especialista e viva bem!