Esportes Criancas

Esportes Para Crianças: Saúde e Bem-Estar

doencas-infancia

Crianças que praticam esportes têm mais disciplina, são mais atenciosas. Dizem também que a natação é a modalidade completa e mais indicada para elas. E quando será a hora certa de iniciar?

Em geral, quanto mais cedo o esporte for apresentado aos pequenos, melhor será sua aceitação. A dica é oferecer a prática esportiva de forma lúdica e não como uma obrigação cercada de cobranças por resultados.

É claro que o esporte é essencial para o desenvolvimento da criança, mas ele precisa estar de acordo com a faixa etária, com as aptidões em cada fase da vida.

  • O QUE PODE SER ESTIMULADO EM CADA ÉPOCA DA INFÂNCIA:

– ATÉ 1 ANO DE VIDA:

É tempo de atividades básicas, de engatinhar, dar os primeiros passos de forma leve e harmoniosa. Todo o cuidado deve ser em torno do fato de que é a fase inicial de crescimento do bebê. Por isso, nada de exageros!

– DE 1 A 6 ANOS:

Sem dúvida, a natação é uma boa ideia e justificativas não faltam para ressaltar a importância dela. Para citar algumas: ajuda a trabalhar o sistema respiratório; auxilia no desenvolvimento motor; favorece o equilíbrio e a postura.

– DE 6 A 12 ANOS:

A escolha por esportes com técnicas e regras é ideal, mas é interessante levar em conta as aptidões do filho na escolha do esporte a ser praticado. O vôlei, o futebol e o basquete, por exemplo, mexem bastante com o lado psicológico. Estas modalidades auxiliam no trabalho em equipe, na convivência com personalidades distintas e no aprendizado de perdas e ganhos.

Já as artes marciais são esportes individuais extremamente técnicos e trabalham muito a disciplina. Sem concentração e mentalização o atleta não consegue bons resultados, ou seja, nem sempre o mais forte vence. Uma lição que pode render bons frutos na vida adulta.

Mesmo que, ao crescer, o seu filho não siga uma carreira esportiva, os hábitos saudáveis que ele adquire desde cedo fazem bastante diferença no futuro. Praticar atividade física ajuda a ter melhor qualidade na vida adulta, especialmente na prevenção de possíveis doenças provocadas pelo sedentarismo.

Procure sempre a orientação de um especialista e viva bem!