Qual A Diferenca Entre Produtos Diet Light E Zero

Light, diet, zero e integral: saiba diferenciar

diet-zero-light-integralAs possibilidades no mercado são muitas, saiba qual opção se adéqua melhor às suas necessidades e objetivos.

Alimentos zero, integral, diet, light… são tantas as opções nas gôndolas dos supermercados. Mas, você sabe qual a diferença entre cada um deles? De forma equivocada, muitas vezes ambos são associados apenas à redução ou isenção de gorduras. Porém, as especificações vão muito além disso e nem sempre a finalidade tem relação com algo menos calórico. Veja as principais diferenças entre cada um deles.

Há alimentos isentos de um destes itens: açúcares, gorduras totais, gorduras saturadas, colesterol ou sódio, e outros produtos apenas com quantidade reduzida. Um biscoito diet, por exemplo, pode não conter sódio, mas possuir a mesma quantidade de açúcar que um biscoito tradicional. Da mesma forma, a diferença entre o pão integral e o pão branco não tem relação com calorias, mas sim com a rica composição nutricional que o integral possui. Uma excelente estratégia na hora de fazer compras é comparar o produto light, diet, integral, zero com a versão tradicional, identificar quais são as modificações na composição e avaliar se o produto atende às suas necessidades. Para ajudar a esclarecer qualquer equívoco, elencamos as principais diferenças entre cada um deles.

 

DIET:

São aqueles especialmente formulados ou processados, nos quais se realizam modificações no conteúdo do nutriente para atender as necessidades nutricionais de pessoas em condições metabólicas e fisiológicas específicas, como por exemplo, diabéticos e hipertensos. A expressão diet nas embalagens dos alimentos não significa necessariamente que o produto não contém açúcar.

INDICAÇÃO:

Essa é uma boa opção de alimento para quem possui alguma restrição alimentar devido a alergias ou doenças. Também pode ser eficaz na dieta, desde que tenha valor calórico reduzido.

 

LIGHT:

Light é sinônimo de reduzido. Esses alimentos apresentam redução mínima de 25% em determinado nutriente ou calorias em comparação ao produto original. A redução de calorias pode vir da diminuição no teor de algum nutriente (valor energético, açúcares, gorduras totais, gorduras saturadas, colesterol e sódio). A expressão light nas embalagens dos alimentos não significa necessariamente que o produto é reduzido em gordura.

INDICAÇÃO:

Os alimentos light são excelentes opções para quem quer um alimento com quantidade reduzida de algum dos nutrientes mencionados acima.

 

INTEGRAL:

Os alimentos integrais não passam pelo processo de refinamento, portanto, permanecem com mais fibras, vitaminas e minerais, assim como podem ter gorduras também.

INDICAÇÃO:

Por serem ricos em fibras, os alimentos integrais geram sensação de saciedade por mais tempo. É uma ótima opção para quem está de dieta ou busca uma alimentação saudável.

 

ZERO:

De forma geral, os produtos zero são semelhantes aos diet. Essa definição foi a última a integrar os termos utilizados em embalagens de alimentos. Assim como o diet, o zero indica isenção de algum nutriente em comparação com a versão tradicional. A expressão zero nas embalagens não significa necessariamente que o produto não contém açúcar.

INDICAÇÃO:

Assim como os alimentos diet, é ideal para quem possui alguma restrição alimentar devido a alergias ou doenças. Também pode ser eficaz na dieta quando há valor calórico reduzido.

Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes / Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

 

Procure sempre a orientação de um especialista e viva bem!